letreiro

7 de abril de 2011

Sonhos...



Quero alcançar os sonhos
ultrapassar limites
levar-me em abandono
num mergulhar profundo...
E, se o inatingível permite
cruzar a linha do horizonte
atravessar a ponte
que une o infinito
onde o sol se esconde...
Quero vestir-me de magia
fazer estripulia
abusar da fantasia...
e, num vôo inusitado
ver versos espelhados
na luz que traz o dia...
Quero durante o anoitecer
em nuvem azul-marinho
poemas em dourado, tecer...
E, soprá-los de mansinho
feito poeira cósmica
ver o céu resplandecer...
Quero a própria poesia
e toda alegoria
que validam o viver
e depois de entusiasmos
de versos derramados
eu quero renascer...



Para em seus braços 
cair de desejos e depois
me desfalecer de prazer...


Patricia Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário